Apresentação

A pós-graduação em Gestão e Políticas de Ciência e Tecnologia proporciona formação qualificada e a aquisição de competências para o desempenho de atividades de gestão do sistema científico e tecnológico.

Pretende contribuir para a melhoria sustentada dos processos de formulação e implementação de políticas de Ciência e Tecnologia, ao nível dos seus objetivos socioeconómicos, da comunicação e difusão do conhecimento científico e tecnológico, dos instrumentos dedicados à promoção e aumento sustentado da qualidade das atividades de I&D, e da respetiva valorização económica.

  • Administração pública em geral.
  • Organismos públicos de financiamento, avaliação, observação e gestão do sistema de ciência, tecnologia e inovação, incluindo a gestão de fundos estruturais.
  • Organismos associados à prossecução de políticas públicas dedicadas ao desenvolvimento e à difusão do conhecimento científico e tecnológico.
  • Organizações dedicadas à promoção e financiamento da I&D pública e empresarial, bem como da competitividade empresarial baseada na inovação e na mudança tecnológica.
  • Unidades, centros e laboratórios de I&D universitária e empresarial.
  • Núcleos e gabinetes dedicados à comercialização e transferência de conhecimento e à inovação
  • Visão integrada do ecossistema de ciência, tecnologia e inovação.
  • Formação transversal e em contexto real das funções de gestão de ciência e tecnologia.
  • Envolvimento de profissionais, personalidades e entidades com atividade destacada no setor.
  • Colaboração com rede de gestores de ciência e tecnologia em Portugal - PIC.
  • Desenvolvimento de projeto em contexto real (PBL): pode incluir uma estadia de 2 a 4 meses numa instituição de ciência, tecnologia e inovação (pública ou privada), ou numa instituição de financiamento, gestão ou promoção de C&T, como parte da elaboração do projeto e incluindo a aprovação final de um relatório sobre a residência.
  • Acompanhamento personalizado por professor responsável e por supervisor(es) em posições de liderança em Instituições do Sistema Científico e Tecnológico.
  • Apresentação de seminários ou outras atividades sobre aplicações práticas específicas, integrando a teoria lecionada com a realidade institucional, e evidenciando a importância do racional teórico como fundamento para práticas de política e gestão de Ciência e Tecnologia.